39’93

O Atelier 39’93 é um espaço colectivo que reúne pessoas de diversas áreas.

Foi fundado em 1998 por um grupo de alunos finalistas do curso de Artes Plásticas- Pintura da FBAUL na baixa lisboeta e, em 2009 coincidentemente com uma mudança de espaço, constituíu-se como plataforma criativa multi-disciplinar passando a integrar outras áreas como o design, a ilustração, o artesanato contemporâneo, a fotografia, a música,a  arte multimédia e a astrologia no espaço da Rua Alexandre Herculano.

Em Junho de 2010 organizou um atelier aberto, abrindo as suas portas e janelas ao Verão da cidade e, no Outono desse mesmo ano, participou na primeira edição da ‘Abertura de Ateliês de Artista’ (‘AAA’), organizada pela Associação Castelo d’If.

No início de 2011 instalou-se no espaço actual, localizado junto de Santa Apolónia, dando continuidade à participação anual nas ‘AAA’ desde então.

Ao longo de quase vinte anos já passaram dezenas de artistas e criativos pelo nosso espaço que actualmente reúne seis pessoas nas áreas das artes plásticas, ilustração, música e astrologia em partilha de espaço com a UMA (Arquitectos).

estamos aqui | we are here

 

 

 

~~~~~~~~~~~

39’93 por Pedro Vieira Moura (2012)

Quatro paredes caiadas. Uma delas com corantes. Outras duas transparentes e com um objecto transversal e interdimensional, abrindo-as a uma infinitude de paredes paralelas, cada qual com os seus quartos, variações dos demais. A última parede, a quarta, é onde estão pregados os olhos de quem nos visitou, visita ou visitará, olhos sem os quais seria tudo uma pobre cauda de não-pavão.
Os 39|93 trabalham cada qual no seu canto, cada um para seu lado, encontrando-se às refeições. Nelas urdem-se complexas receitas que podem meter um livro na sopa, um desenho num mapa astrológico, uma frase num bolso de veludo que é uma luva que é uma boneca que recita rubayats estranhamente sóbrios, outra frase que é um desejo dobrado em letras e torturado numa forma mnemónica num papel que se pode dobrar.
Há quem suje as mãos e há quem cuide das unhas, há quem cante em voz alta ao teclado e quem cirza histórias a panos, há quem pinte com fita-cola e quem desenhe de olhos fechados, há quem escute música para descrevê-la com palavras e quem enterre com palavras todas as imagens que encontra.
Quatro paredes caidas, todas elas com portas. Escancaradas.

2 comentários to “39’93”

  1. Boa noite

    Venho por este meio solicitar mais informações sobre este atelier, como a morada e algum contacto.
    Cumprimentos
    Inês Fonseca

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: